As tradições do casamento

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

A Tradição do casamento

Não há como negar que o casamento, tanto para a mulher como para o homem, é um marco muito importante, especialmente se for o tradicional, realizado na Igreja. O casamento é um acordo onde os noivos assumem suas obrigações, conforme determina a sociedade e suas leis civis. A mulher busca o príncipe encantado, o marido perfeito, o par ideal. O homem, por sua vez, procura uma mulher encantadora, inteligente e sincera. Você já considerou que casar significa entrar no destino de uma outra pessoa? Que a vida em comum faz com que os atos marquem totalmente o parceiro pelo resto da vida? A verdadeira alma do casamento é aceitá-lo como ele é, verdadeiramente, e lembre-se: o casamento é uma bênção.

Aliança

O termo aliança, bérith em hebraico, possui o sentido de compromisso. O anel usado pelos casados tem a função da ambivalência de unir e, ao mesmo tempo, isolar. No plano esotérico, possui poderes mágicos. É o protetor simbólico da união. Colocar um anel no dedo de outra pessoa, significa aceitar o dom de outrem como um tesouro exclusivo. A aliança representa um círculo, ou seja, uma ligação perfeita entre o casal. O círculo representava para os Egípcios a eternidade, tal como o amor, que deveria durar para sempre. Os Gregos, após a celebração do casamento, utilizavam anéis de ouro no dedo anelar da mão esquerda, acreditando que por esse dedo passa uma veia que vai direta ao coração. Mais tarde, os Romanos adotaram também esse costume, que se manteve até aos dias de hoje.

A Chegada do noivo à Igreja

O noivo sempre chegará antes da noiva, com uma diferença de pelo menos meia hora. Tanto ele quanto ela devem entrar na igreja em cortejo, ele de braço dado com sua mãe ou madrinha, ela, com seu pai ou padrinho. Sendo que há casos em que o noivo ou a noiva preferem entrar sozinhos. A noiva não deve se atrasar, hoje em dia o atraso significa falta de respeito tanto aos convidados e às noivas que vão se casar na sequência. Ao entrar, ela deve se posicionar ao lado esquerdo do noivo. Esta tradição remonta à época em que os homens levavam a arma do lado direito, e, desta forma, tinham mais liberdade de movimento.

Posição do noivo no altar

A razão da noiva ficar sempre do lado esquerdo do seu noivo tem a sua origem nos anglo-saxões. O noivo, temendo a tentativa de rapto da noiva, deixava sempre o braço direito livre para tirar a sua espada.

Dentro da Igreja

Os convidados da noiva ficarão do lado esquerdo da igreja, atrás da noiva, enquanto os do noivo ficarão à direita, atrás dele. Os primeiros bancos são destinados aos familiares mais diretos. No primeiro banco devem estar os pais, avós e padrinhos de batismo. No segundo, outros parentes próximos e as testemunhas. Os outros convidados podem se sentar onde desejarem.

Carro do noivo

O carro do noivo não é uma tradição, mas há aqueles que querem o máximo de perfeição e elegância nesse dia tão especial. O carro deverá levar a noivo à igreja, somente isso, pois na volta o noivo vai utilizar o carro da noiva. O noivo pode chegar acompanhado da mãe ou sozinho. Se optar por um carro, escolha um modelo de acordo com a sua festa e cuidado nos exageros.

O noivo não pode ver a noiva vestida para a cerimônia antes do casamento

É uma tradição milenar praticada por quase todos os povos. Em alguns países árabes, o casamento (especialmente dos muçulmanos), ainda hoje é celebrado entre o pretendente e o pai da noiva (esta aguarda em outra sala). Somente depois de o casamento ser celebrado pelos homens, a noiva se encontra com o futuro marido. A tradição também ensina que o homem não deve tocar em nenhum pertence da noiva para não quebrar o encanto do matrimônio. Pode-se tocar apenas em objetos de vidro e ouro.

O primeiro beijo de casados

Desde os tempos romanos, um beijo tem sido usado para amarrar um acordo legal. Em cerimônias cristãs, a tradição foi transformada para marcar a união do homem e da mulher no casamento. No final de uma cerimônia, o beijo significa um anúncio público do estado de recém-casado do casal, bem como um reconhecimento público de seu compromisso com o outro.

Jogar arroz ou pétalas de rosas

Em muitas culturas ocidentais e asiáticas, o arroz é um símbolo de fertilidade, riqueza ou recompensa. Independentemente da cultura, o lançamento de arroz simboliza os bons desejos da família do casal e dos convidados após a cerimônia. Porém hoje, por segurança ou razões ambientais, muitas igrejas não permitem jogar arroz ou pétalas de rosas ou flores.

Brinde dos noivos

O brinde em regra deve ser feito após o corte do bolo. Uma dica importante, os noivos devem decidir antes da festa quem irá fazer parte do brinde:

  • 1. somente os noivos;
  • 2. noivos + pais dos noivos;
  • 3. noivos + pais dos noivos + padrinhos.

Assim, após resolverem devem informar para a cerimonialista, pois é nessa hora já deve haver um garçom com as taças prontas. Em geral, as taças já ficam cheias, para não correr o risco de estourar a champanhe e molhar o chão. Pais e padrinhos, se forem participar do brinde, devem estar por perto e nesta hora ir ao encontro dos noivos. Um garçom auxiliar distribuí as taças para todos e… tim-tim!

É um momento para tirar lindas fotos. Normalmente a bebida tradicional é um espumante ou champagne, mas nada impede que os noivos optem por escolher uma bebida que tenha a sua cara, por exemplo, se os noivos se conheceram tomando chopp e esta é a sua bebida favorita, que façam o brinde com chopp!!!

Se os noivos não forem servir espumante durante toda a festa, podem servi-lo no momento do brinde, para isto os garçons devem ser avisados para passar servindo com a devida antecedência as taças para que todos os convidados possam brindar a saúde e felicidade dos noivos. Também podem informar a cerimonialista para que providencie junto ao buffet, um balde de gelo com 1 espumante para cada mesa, o qual será servido momentos antes do brinde.

Assim, todos os convidados participaram do momento e haverá vários espumantes estourando pelo salão. Agora, se os convidados podem vir a fazer uma bagunça neste momento, o ideal é que tenha um garçom para cada mesa encarregado de abri o espumante ou que a bebida seja colocada já aberta previamente, afinal ninguém quer que o piso fique molhado, as tolhas enxarcadas e as roupas sujas de espumante.

Bolo de casamento

Este costume vem desde o tempo dos romanos. O bolo da noiva é, desde há séculos, um símbolo de boa sorte e de festividade. No tempo dos Romanos, a noiva comia um pedaço de bolo, e exprimia o desejo de que nunca lhes faltasse o essencial para viverem.

Atualmente, o corte do bolo constitui um dos momentos mais marcantes da festa. O noivo pousa as mãos sobre as da noiva para segurar a faca, procedendo juntos ao primeiro corte do bolo, simbolizando partilha e união. Segue-se a distribuição de fatias pelos convidados.

Valsa dos noivos

A primeira dança dos noivos é um dos momentos mais esperados da festa. Porém, nem todo mundo sabe ou gosta de dançar.

Para conter o nervosismo e não fazer feio, os noivos podem incluir aulas de dança nos preparativos do casamento. Existem empresas especializadas em montar coreografias para a ocasião. Se o casamento for mais formal, o ideal é a tradicional valsa. Os noivos mais despojados podem optar por ritmos mais modernos, como o forró, ou então copiar os passos de dança de um filme ou videoclipe famoso.

Além de preparar o casal para a hora H, as aulas são uma maneira de aliviar o estresse durante a organização do casório, além de manter os noivos unidos. A escolha da música a ser dançada é muito importante: o ideal é que ela combine com os noivos. Vale mais dançar uma música que tenha marcado um momento especial no relacionamento dos dois do que tentar arrasar ao som do hit do verão. E se errar, não se preocupe. Com ou sem aulas, a grande dica é manter a calma e saborear o momento.

Cortar a gravata do noivo ou passar o sapato da noiva

No Brasil, existe a tradição de cortar a gravata do noivo ou passar entre os convidados o sapato da noiva, no intuito de arrecadar um dinheiro dos convidados. Apesar de bem comum, estas tradições podem não ser bem vistas entre os convidados, que podem se sentir constrangidos. O ideal é providenciar, junto à cerimonialista, que sejam colocados pequenos envelopes, junto à porta de entrada, para que sejam distribuídos aos convidados conforme forem entrando no local da festa, para que na saída ou em um momento oportuno, quem quiser fazer uma contribuição, o façam de livre e espontânea vontade, numa bandeja ou urna posicionada somente para esta função.

Noite de núpcias dos noivos

O momento mais esperado para um casal depois do casamento é a noite de núpcias. A curtição da festa e do momento é um detalhe a mais na felicidade dos pombinhos.

Alguns planejam passar a tão esperada noite em um quarto de hotel decorado com rosas, chocolates, champagnes e é claro muito amor. Se você não vai passar sua grande noite em um hotel e sim na sua futura casa, o ideal é arrumar o quarto antecipadamente, afinal no dia você nem vai ter cabeça para isso.

(Visited 94 times, 1 visits today)