A Caligrafia no Seu Convite

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Se você já definiu seu convite de casamento ou está em vias de fazer isso, está na hora de começar a pensar no serviço de caligrafia.

É importante analisar esse assunto com cuidado porque um bom serviço de caligrafia pode deixar seu convite ainda mais lindo. Em contrapartida se o profissional escolhido não for dos melhores você pode acabar estragando o seu convite! Por isso hoje vou dar umas dicas que podem te ajudar nessa fase:

1) Você deve  optar por uma letra que combine com o modelo e o layout de seu convite. Não escolha uma letra somente porque acha que ela é a mais bonita. Ela tem que fazer parte de um conjunto, tem que estar em harmonia com todo o design do seu convite, a linguagem tem que ser a mesma.

2) E se você está pensando em pedir para aquela sua prima que tem uma letra linda fazer o serviço, cuidado, existem variáveis que só um profissional da área conhece bem: a textura do papel modifica a forma de escrever, os tipos de tintas que são (ou não) indicados para cada tipo de papel, e por aí vai. Se você quer minimizar o risco de ter surpresas desagradáveis depois, opte por um profissional.

3) Outra dica é tomar cuidado com as letras muito rebuscadas. Algumas dificultam a leitura do nome e isso compromete a qualidade do trabalho final. Para evitar este tipo de surpresa desagradável, sempre peça uma demonstração para o calígrafo. Pode ser uns dois ou três nomes escritos ou um pequeno texto. Avalie todos os detalhes da letra para ver se o resultado final lhe agrada. Se não agradar, troque por outro modelo.

4) Na hora de escolher o profissional procure saber, antes de mais nada, se ele sabe fazer a letra que você precisa para seu convite. Os melhores profissionais sabem fazer diversos tipos de letras, mas ainda assim pode ser que não tenham dentre suas opções, a que você procura. Cada noiva precisa encontrar o seu profissional ideal, vá com calma nas indicações das amigas. Nem sempre o melhor para elas funcionará para seu convite. Aqui na A. Z. Caligrafia Artística nós trabalhamos com 12 modelos prontos de letras cursivas, que podem ser adaptados para melhor lhe atender!

5) Após a escolha do profissional, cuide da sua lista de convidados. Verifique com cuidado a grafia dos nomes, é muito desagradável receber um convite com seu nome escrito errado, né? Reserve bastante concentração para montar essa lista. Você não vai querer descobrir, de última hora, que um convite veio com o nome escrito errado porque você mandou errado na lista.

6) No momento de enviar sua lista de convidados para seu(sua) calígrafo(a) procure entregá-la digitada. A escrita manual pode dar margem a duplo entendimento da grafia. A pessoa terá que decifrar a sua letra e isso pode atrapalhar o serviço e o resultado. A vantagem de se fazer uma lista digitada é que você pode também ir checando se o nome está escrito de forma correta, antes de enviar ao calígrafo(a).

7) Entregue também para o profissional 10% a mais de envelopes para eventuais erros. Muitas pessoas acham que esta margem de 10% é alta, mas não esqueça que a caligrafia é uma arte feita a mão, e erros podem, e acontecem. O melhor é estar preparado.

8 ) Mas se você está pensando numa solução mais moderna (e, claro, se seu convite seguir essa linha) Você pode optar por usar as tags. Nesse caso o nome dos convites pode ser caligrafado ou impresso (até com a mesma letra do convite, se você preferir). Depois a tag é presa ao convite dando um ar mais casual. Fica muito charmoso!

9) Sobre o tratamento (se você deve usar Sr ou Sra, nome do homem antes do da mulher e todas essas regrinhas de etiqueta), não se preocupe, demos algumas explicações AQUI. Essas orientações ajudam muito, mas não se prenda demais a elas. A informalidade, em alguns casos, é bem vinda e até delicada. Ao fazer essas escolhas lembre-se também do seu evento: se ele for mais formal, o convite deve acompanhar o estilo e vice versa. Use seu bom senso como aliado!

(Visited 242 times, 1 visits today)